| Books | Libros | Livres | Bücher | Kitaplar | Livros |

2018 Rumo ao Infinito – James Blish

Não consideramos qualquer grupo de homens bastante adequado ou bastante sábio para operar sem inspeção e sem crítica. Sabemos que a única forma de evitar o erro é detectá-lo, que a única forma de detectá-lo é ser livre para inquirir. Sabemos que às escondidas o erro não detectado florescerá e subverterá. J. ROBERT OPPENHEIMER As sobras sacudiram-se nas paredes à sua direita e à sua esquerda, ainda dentro dos limites de seu campo de visão, como formas recuando rapidamente para dentro de portais invisíveis. A despeito de sua exaustão, elas o enervavam, quase faziam-no desejar que o Dr. Corsi extinguisse o fogo. Não obstante, permaneceu de olhos fixos na saltitante luz laranja, sentindo o calor contraindo as maçãs de seu rosto e a pele ao redor de seus olhos e penetrando no seu tórax. Corsi mudou de posição ao seu lado, mas o peso do Senador Wagoner parecia estar aumentando desde o momento em que ele se tinha sentado no sofá. Ele sentia-se exaurido, letárgico, velho e pesado qual uma pedra, apesar de seus quarenta e oito anos. O dia tinha sido ruim, parte de uma série de dias ruins. Dias bons, em Washington, eram aqueles em que se dormia o dia inteiro. Ao seu lado, Corsi, a despeito de ser vinte anos mais velho, ex-diretor do Bureau de Standards, ex-diretor da Organização Mundial de Saúde e, atualmente, cabeça da Associação Americana para o Avanço da Ciência (geralmente conhecida em Washington como the left-wing Triple-A-S), sentia-se leve e irrequieto como um camaleão. — Suponho que você saiba o risco que está correndo em vir me ver — disse Corsi com sua voz seca, sussurrante. — Eu nem pensaria em vir a Washington se não achasse que os interesses da AAAS o exigiam. Especialmente depois dos maus bocados que passei nas mãos de MacHinery. Mesmo afastado do governo, é como estar vivendo num aquário, num tanque com uma tabuleta escrita: Piranha. Mas você sabe perfeitamente como é. — Sei — concordou o senador. As sombras saltitaram para frente e para trás. — Eu mesmo fui seguido até aqui. Os sabujos de Hinery estão há muito tempo tentando conseguir alguma coisa a meu respeito. Mas eu tinha de falar com você, Seppi. Já fiz o máximo que eu podia para entender tudo que eu encontrei nos arquivos do comitê desde que fui feito presidente, mas um não-cientista temlimitações óbvias. E eu não queria fazer perguntas reveladoras a nenhum dos rapazes no meu staff.


Seria pedir que a coisa transpirasse direto até o MacHinery, provavelmente. — Esta é a definição de um experto do governo hoje em dia, — disse Corsi, mais seco ainda. — Um homem a quem você não ousa fazer uma pergunta importante. — Ou um homem que só lhe dá as respostas que ele acha que você gostaria de ouvir — disse Wagoner pesadamente. — Já encontrei disso também. Trabalhar para o governo também não é mar de rosas para um senador. Não pense você que eu já não tive mais de uma vez vontade de voltar para o Alaska; na minha cabana em Kodiak eu posso descansar perto de uma fogueira sem ficar pensando se as sombras que ela projeta estão anotando o que eu estou fazendo. Mas chega de autopiedade. Eu me candidatei para o cargo e pretendo desempenhá-lo bem, pelo menos o melhor que eu puder. – O que é suficientemente bem — disse Corsi inesperadamente, tirando a taça de brandy da mão frouxa de Wagoner e reenchendo o pequeno lago cor de âmbar ao fundo dela. O perfume espalhou-se rapidamente pela mão que ele mantinha em forma de concha, denso e rico. — Bliss, na primeira vez que eu ouvi dizer que o Comitê de Voos Espaciais do Congresso ia cair nas mãos de um senador estreante, que havia sido simplesmente um assessor de imprensa antes da eleição… — Por favor, — disse Wagoner, com fingida ternura. — Conselheiro de Relações Públicas. — Seja. De qualquer forma, eu não tinha a mínima esperança. Eu sabia que não teria sido você se qualquer senador mais antigo se tivesse interessado pelo comitê, e o fato de nenhum deles ter-se interessado me pareceu a pior recomendação para o atual Congresso. Tudo que eu disse foi anotado, é claro, e será usado contra você, mais cedo ou mais tarde. Já foi usado contra mim, e dou graças a Deus que aquilo tenha acabado. Mas eu estava errado a seu respeito. Você tem feito um trabalho bom pra cachorro, – aprendeu rapidamente tudo. Portanto, se estiver querendo suicidar-se politicamente vindo a mim pedir conselhos, claro que eu vou dar. Corsi devolveu a taça de brandy às mãos de Wagoner, e fê-lo com algo que era mais do que um fingimento de irritação: — E é para você e para ninguém mais — acrescentou. — Eu não ensinaria a alguém no governo nem como pulverizar areia, a menos que a AAAS me pedisse. — Eu sei que você se recusaria, Seppi. E isso é parte de nossas dificuldades.

Obrigado, de minha parte. — Wagoner mexeu o brandy pensativamente. — Muito bem, então me diga uma coisa: qual é o problema com os voos espaciais? — O exército — respondeu prontamente Corsi. — Eu sei; mas isso não é tudo. De maneira nenhuma. Claro, o Serviço Espacial do Exército está na mão de medalhões, roxos de inveja e com os cérebros já completamente enrijecidos. Mas tudo era muito pior na época em que havia meia dúzia de órgãos do governo trabalhando em voos espaciais ao mesmo tempo — o serviço de meteorologia, a marinha, o seu serviço, a força aérea e outros. Estive lendo documentos daquela época. O Programa para o Satélite da Terra foi anunciado em 1944 por Stuart Symington; nós não chegamos a mandar um veículo tripulado até lá, até 1962, depois de o exército ter sido encarregado de tudo. Não se podia nem pôr o Programa para funcionar; todo e qualquer almirante insistia em que os planos incluíssem qualquer coisa da cabeça dele. Agora pelo menos nós temos navegação espacial. — Mas agora nós temos algo muito mais basicamente errado. Se os voos espaciais fossemainda uma questão acesa, a esta altura o exército já teria perdido de novo o monopólio. lá haveria talvez algum voo comercial; ou mesmo pequenas linhas de passageiros para excursões de luxo, para aquele tipo de pessoas que irão confortavelmente para lugares inabitáveis somente pelo fato de ser terrivelmente caro. — Corsi soltou uma gargalhada. — Como a caça à raposa na Inglaterra cem anos atrás. Não foi Oscar Wilde quem disse se tratava de “uma perseguição do intragável pelos insípidos”? — Não é um pouco cedo ainda para isso? — Em 2013? Eu não acho. Mas se estou sendo apressado em um ponto, posso mencionar outros. Por que não tem havido nenhuma expedição exploratória de importância nos últimos quinze anos? Seria de se esperar que logo após a descoberta daquele décimo planeta, Prosérpina, alguma universidade ou fundação se tivesse interessado em ir até lá. O planeta tem uma lua enorme que daria uma base espetacular; não há alterações meteorológicas àquelas temperaturas; não há sol no céu para estragar chapas fotográficas, é’ simplesmente outra estrela de magnitude zero, e assim por diante. Os exploradores particulares costumavam considerar, este tipo de coisa, algo caído dos céus. Um milionário com sede de ciência, como o velho Hale, e um organizador tenaz com um pouco de admiração pública por trás, tipo Byrd, já nos teriam dado uma Estação Prosérpina Dois há muito tempo. No entanto, nada se tem passado no espaço desde o estabelecimento da Estação Titã em 1981. Por quê? Ele observou as chamas por um momento. — E depois — disse ele, — há ainda a questão das invenções neste campo.

Pararam, Seppi. Pararam completamente. — Tenho impressão de que me lembro de um documento sobre Titã feito pelos rapazes há não muito tempo — disse Corsi. — Sobre xenobacteriologia. Eu sei. Mas não é navegação espacial; a navegação espacial simplesmente tornou-a possível; mas seus resultados não atualizam a navegação espacial, não a melhoram ou a fazem mais atraente. Aqueles caras não estão nem interessados no assunto. Ninguém está mais. É por isso que a evolução parou. — Por exemplo: usamos ainda foguetes de íon, propelidos por pilha atômica. Dá certo, e há mil variações menores sobre o mesmo princípio; mas o princípio especificamente foi descrito por Coupling em 1954! Pense nisso, Seppi, nem um só projeto básico de motor em cinquenta anos! E o desenho da fuselagem? Ainda é baseado nos trabalhos de von Braun, ainda mais velhos que os de Coupling. Será realmente possível que não haja nada melhor que aquelas estruturas de réstias de cebolas? Ou que aqueles planadores motorizados que as carregam? E, no entanto, não consegui achar uma só coisa nos arquivos do comitê que fosse melhor. — Você tem certeza que saberia a diferença entre uma mudança secundária e uma mudança importante? — Julgue você mesmo — disse Wagoner revoltado. — A coisa mais inovadora em desenho de naves espaciais atualmente é uma nova mola enrolada elipticamente para poltronas antiaceleração. Contrai-se ou se expande para compensar os efeitos da gravidade. O desenho desperdiça energia numa direção, acumula energia na direção contrária. De acordo com os últimos relatórios, poltronas feitas com ela são tão macias quanto sacos de tomates verdes, mas suponho que os defeitos serão em breve eliminados. Ultrassecreto. — Mais um ultrassecreto que eu não deveria saber — disse Corsi. — Ainda bem que esqueço facilmente. — Então ouça. Temos uma nova garrafa de água para o depósito das naves. É feita de folha de alumínio, para poder ser amassada debaixo para cima, como um tubo de pasta de dentes, para injetar água na boca de um homem. — Mas uma membrana plástica amassada por ar comprimido é muito mais prática, pesa menos. — Claro que pesa menos.

E este tubo de alumínio já é utilizado para rações em pasta. A única coisa de novo é usá-lo para água também. A proposta é obra de um homem da CanAm Metals, cuja profissão é rondar os corredores do Congresso, e veio com a aprovação de alguns senadores da costa noroeste do Pacífico. Você pode adivinhar o que fizemos com ela. — Já dá para ver onde você quer chegar. — Então vou concluir o mais rápido que puder — disse Wagoner. O que isto tudo quer dizer é que toda a estrutura da navegação espacial em seu estágio atual está-se desfazendo, é obsoleta, superelaborada, decadente. O campo encontra-se estático; não, pior que isso: está perdendo substância. Nossas naves já deveriam ser mais ágeis e mais rápidas, capazes de carregar maiores cargas. Deveríamos ter acabado com esta dicotomia entre naves que podem aterrar num planeta e naves que podem voar de um planeta para outro. — Toda esta questão do uso de planetas para algum fim, isto é, além da pesquisa, já deveria estar em vésperas de ser resolvida. Em vez disso, ninguém mais nem mesmo discute o assunto. E nossas probabilidades de resolver a questão pioram de ano para ano. Nossas dotações diminuem, e torna-se cada vez mais difícil convencer o Congresso de que a navegação espacial vale a pena. É impossível persuadir o Congresso das vantagens a longo prazo das pesquisas básicas, como se sabe; os deputados têm de eleger-se a cada dois anos, os senadores a cada seis anos; e são esses os prazos mais longos em que eles se dignam a pensar. E suponha que tentássemos explicar-lhes a pesquisa básica de que nos ocupamos? Não podemos; é secreta! — E acima de tudo, Seppi, isto pode ser simplesmente minha própria ignorância, mas se for, não há nada que eu possa fazer. Acima de tudo, eu acho que a esta altura dos acontecimentos já deveríamos ter uma pista, por mais leve que fosse, que nos levasse a voos interestelares. Deveríamos mesmo ter um modelo, por mais rudimentar que fosse, rudimentar como um morteiro de S. João comparado com um foguete de Coupling, mas com o princípio já claro. No entanto, não temos. E por falar nisso, já cancelamos as estrelas. Ninguém com quem eu tenha falado parece pensar que algumdia as atingiremos. Corsi levantou-se e caminhou lentamente até a janela, onde permaneceu com as costas voltadas para a sala, como se tentasse, através das persianas à prova de luz, observar a rua embaixo. Para os olhos de Wagoner, ofuscados pelo fogo, ele era pouco mais que uma sombra. O senador surpreendeu-se pensando, pela vigésima vez nos últimos seis meses talvez, que Corsi possivelmente estivesse contente de estar fora daquilo tudo, embora estigmatizado como indigno de confiança.

Então, talvez pela décima vez, Wagoner rememorou os repetidos inquéritos, os intermináveis testemunhos dúbios e mexericos de testemunhas sem rosto e sem nome, o clamor na imprensa quando se descobriu que Corsi tinha dividido um quarto na Universidade com um homemsuspeito de ser ex-membro do YPSL, a denúncia no Senado por um dos solons dominados por MacHinery, mais inquéritos, a infindável barreira de calúnias e ódio, as cartas começando com “Caro Doutor Corsets, seu Vagabundo”, e assinadas “Um Americano Verdadeiro”. Afastar-se daquela forma era pior que aguentar tudo, não importa quão bravamente a maior parte dos colegas cientistas tenha ficado de seu lado depois. — Eu não vou ser o primeiro a lhe dizer isto — disse o físico, voltando-se finalmente. —Também não acho que um dia atinjamos as estrelas, Bliss. E eu não sou muito conservador, considerando a média dos físicos. Simplesmente não vivemos o bastante para nos tornarmos uma raça de viajantes-interestelares. Um homem, mortal, limitado a velocidades inferiores à do luz, é tão inadequado para viagens interestelares quanto uma traça para travessias transatlânticas. Sinto muito acreditar nisso, pode crer; mas estou realmente convencido. — Wagoner fez que sim com a cabeça e evitou o discurso. Sobre aquele assunto, ele tinha esperado menos ainda do que Corsi lhe tinha dado. — Mas — disse Corsi, levantando o brandy de sobre a mesa, — não é impossível que viagens interplanetárias possam ser melhoradas. Concordo com você quando você diz que ela está inteiramente decadente. Já suspeitava de que devesse estar, e sua demonstração hoje foi definitiva. — Então por que isto está acontecendo? — perguntou Wagoner. — Porque o método científico não funciona mais. — O quê? Desculpe-me, Seppi, mas isto é o mesmo que ouvir um bispo dizer que o Cristianismo não funciona mais. Aonde você quer chegar? Corsi sorriu azedamente

.

Baixar PDF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar Livros Grátis em PDF | Free Books PDF | PDF Kitap İndir | Telecharger Livre Gratuit PDF | PDF Kostenlose eBooks | Descargar Libros Gratis |