| Books | Libros | Livres | Bücher | Kitaplar | Livros |

A Semente da Vitoria – Nuno Cobra

O Nuno é uma pessoa predestinada ao especial! Uma estrela que viaja a todo instante pelo universo de todas as pessoas que toca. Tem a magistralidade suprema do desenvolvimento de todo potencial humano. Preenche os espaços do ambiente em que se encontra com a magia de sua energia e a plena convicção de que viver é beber da comunhão do amor que cada ser humano carrega. Ama o que faz! Transforma cada pessoa que toca com tal serenidade que a notoriedade de seus gestos faz encantar e suplantar o lado irresoluto da vida. Traz assentada no coração a leveza de cada momento e a certeza de todas as possibilidades que cada ser humano carrega no desabrochar para a vida. É o mestre do fazer – e do deixar acontecer como resposta sempre extrema de todo enredo do crescer. Tem a palavra-chave de que cada pessoa precisa – no momento-chave preciso de cada pessoa. Deixa penetrar a perspectiva de cada dia simplesmente porque existe sempre a perspectiva de um novo dia. E porque a alegria é seu combustível em cada novo alvorecer. Ter a bênção de viver a seu lado, ter a honra de participar na realização deste livro e poder compartilhar sua filosofia e o seu trabalho é como viver um pouquinho de Deus na Terra com sua contundente inteireza de caráter, compaixão e fluxo forte de verdades a nos escancarar a alma a todo instante. Porque nos prova que o certo e o errado não existem e que tudo sempre tem uma mensagem. Sua imagem é muito mais abrangente do que qualquer palavra que se ouse utilizar. É o arquétipo do amor! E o protótipo da certeza do encantamento com a vida que lhe rodeia a alma em seu mais profundo esplendor. Ele é assim… Muito mais que apenas mestre, é a prova de que a felicidade existe e que vive forte dentro de cada um de nós. É único! Penetra todas as almas e verdades porque, mesmo sabendo que nunca se sabe ao certo o que está por vir, nos faz a todo instante experimentar que o acreditar é o que faz a diferença. Porque realmente faz… Dra. Silvia Risette Especialista no Método Nuno Cobra A FORÇA DE UMA EXPERIÊNCIA São José do Rio Pardo, 1950. Os ruídos de marretas e bigornas pareciam uma encantada melodia passeando pela intimidade dos meus ouvidos. Eu, um garoto magro, franzino e inibido, espreitava, admirado, a intensa movimentação de cavalos puro-sangue e ferraduras incandescentes que saíam da forja. Toda a minha atenção estava voltada para um rapaz muito forte que, girando no ar com extrema facilidade uma marreta de 10 quilos, deixava à flor da pele negra, reluzente de suor, uma exuberante musculatura. Isso me fascinava. Poderia eu também conseguir tantos músculos? Seria possível eu tambémficar forte? Já tinha estado ali à espreita muitas tardes e sabia que estaria em muitas outras. Precisava munir-me de coragem para abordar o rapaz. No momento, só o que queria era realizar o sonho de modificar meu corpo com o auxílio dessa fascinante figura, cujo nome era Pedro Pexexa, um ferreiro de profissão e líder de um grupo de pescadores nessa distante São José da década de 1950. Apesar de magro e fraco, eu pressentia que se o Pedro me ajudasse, eu conseguiria me transformar completamente.


Tive uma educação muito rígida, como era próprio da época, e isso dificultava aproximar-me de uma pessoa estranha, principalmente por ela representar, para mim, uma épica figura. Muito magro e fraco, eu era também muito acanhado. Mas sentia algo dentro de mim. Uma intuição que falava alto. Era capaz de acreditar na possibilidade de fazer alguma coisa concreta e passava horas imaginando se essa aproximação ainda demoraria a acontecer. O que não podia imaginar era que o contato com essa pessoa tão especial mudaria toda a minha vida. s s s São José foi onde o engenheiro Euclides da Cunha escreveu Os sertões enquanto construía a ponte de aço sobre o rio Pardo em 1901. Todos os anos, de 9 a 15 de agosto, festejava-se o aniversário do grande escritor, reunindo pessoas de todo o Brasil, em vários tipos de competição que incluíam uma concorrida maratona intelectual. Era a famosa Semana Euclidiana. Pedro Nogueira, Pexexa, era uma pessoa que fascinava a gente da cidade por sua bravura ao enfrentar desafios, sempre com feitos admiráveis. Era destaque de força e habilidade na Semana Euclidiana, principalmente em luta livre e boxe. Havia por isso a curiosidade de outros atletas, experientes nadadores da capital, no sentido de desafiá-Io em provas no rio Pardo. Pedro prevenia para o perigo do rio. Dizia que era completamente diferente de tudo o que eles conheciam, mas eles insistiam em nadar em suas águas bravias. Era um rio perigoso, não era uma piscina, e sempre causava vítimas de afogamento – mesmo que fossem campeões de natação. Aquilo tudo era muito triste, mas, por mais que a turma do Pedro falasse, de nada adiantava. Vinha o Corpo de Bombeiros de São Paulo com equipamentos de mergulho, em vão: era sempre o Pedro que, sem nenhum equipamento, conseguia encontrar e resgatar as vítimas nas profundas águas do Pardo. Dessa maneira, ele era admirado por todos na cidade pela bravura e destemor. Enfrentava também com muita coragem a escola noturna para resgatar, já em idade avançada, os estudos aos quais, como arrimo de família, não pudera se dedicar em idade adequada. Ele era o líder de um grupo de pescadores que se reunia na ilha São Pedro, nas cercanias da cidade, onde havia uma ponte pênsil feita de tábuas de madeira afastadas umas das outras, deixando ver o temível rio que se move logo embaixo. Anos depois eu passaria veloz por debaixo dessa pon

.

Baixar PDF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixar Livros Grátis em PDF | Free Books PDF | PDF Kitap İndir | Telecharger Livre Gratuit PDF | PDF Kostenlose eBooks | Descargar Libros Gratis |